O debate produzido ontem pela avenida de Ferraz entre os três candidatos que aspiram à secretaria-geral do PSOE não brilhou, nem muito menos, por suas contribuições a uma possível estratégia para o rearmamento ideológico da social-democracia. Nem em Portugal, por causa de o aguardado debate entre diferentes modelos de jogo só ficou visado, nem sequer na Europa, por causa de o debate não colocou nenhuma reflexão sobre o momento que a social-democracia vive no continente. O debate, pelo inverso, foi muito mais paroquiano.

centrou-Se, essencialmente, em um cruzamento de acusações bem popular pelo público. Susana Díaz e Patxi López recriminaron Pedro Sánchez tuas constantes mudanças de localização e a sua baixa confiabilidade. Sánchez, pelo contrário, aumentou seu especial mito da resistência e organizou toda a sua intervenção em torno da crítica à abstenção do partido socialista contra a investidura de Rajoy. Uma das razões por que este relato permite a Sánchez seguir com as aspirações à secretaria do PSOE intactas é porque é validado pelos outros candidatos. Há uma fração do PSOE que foi socializada numa cultura política de deslegitimación sistemática do inimigo, do PP.

  • Conselheiro do Judiciário do Distrito Federal
  • dois Sistema Mediterrâneo Catalão
  • cinquenta e sete Países se reúnem em Istambul pra condenar a “massacre” em Gaza
  • Sofia Vergara está pronta pro teu casamento com Joe Manganiello, na Flórida
  • 22 de agosto: Abertura de sessões extraordinárias da Assembleia.[5]
  • OS JURAMENTOS
  • 1 Amor livre

Para essa parcela do jogo da direita não é uma opção política constitucional, todavia algo inelegível ideologicamente. Pedro Sánchez, sem melhores pretextos para dar, trabalha a fundo a respeito essa visão moralista e maniqueísta da política. A oposição é uma parcela relevante do poder político em democracia.

E a trajetória para o Governo não apenas está pavimentando com grandes alegações de integridade ideológica. Esse caminho também é preparado com um excelente trabalho de crítica e controle do governo, como essa de com uma participação ativa no serviço legislativo, orientando as leis pra euforia das demandas de teu eleitorado.

Propõe-se substituir o Código Penal para que isso fique bem claro. Ivan Redondo, o homem que convenceu Sánchez para escolher 28-A, pela tribuna de convidados. A 7 minutos de cumprir uma hora e meia de discurso de investidura, escrito em imensos fólios que Sánchez apoia no púlpito.

O candidato bem como propõe aumentar o pacto contra a violência de género; promover a conciliação; aprimorar as condições do serviço doméstico e uma lei de famílias para dar resposta às recentes realidades familiares, informa Marisa Cruz. Nem um único aplauso a Sánchez de instante através da bancada de Podemos, nem mesmo em dúvidas de brutalidade de gênero, observa Quico Alsedo do Congresso. Inês Arriamadas estreia cadeira no Congresso dos Deputados, juntamente com o líder do Local Albert Rivera.

O líder do PP, Paulo Casado (direita), e o secretário-geral do partido, Teodoro Garcia mar egeu, ouvem a intervenção. O discurso de Sánchez, ignora, de instante, qualquer indício de que exista um pacto com nós Podemos brotamento e impossibilita a mínima menção à decadência catalã, analisa José Manso.